Isso mexe com você: sindicatos e trabalhadores vão às ruas amanhã contra proposta de reforma da Previdência!

Alexandro é presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Salto

O Sindicato dos Metalúrgicos de Salto tem mobilizado as bases trabalhistas para o ato que acontecerá na Avenida Paulista, dia 22 de março de 2019.
A data marca dia Nacional de Luta em Defesa da Previdência, a resistência dos trabalhadores e trabalhadoras de todo o Brasil, contra o fim do direito à aposentadoria, e a emenda à Constituição (PEC) 06/2019, da reforma da Previdência encaminhada ao congresso pelo Presidente Jair Bolsonaro (PSL), retira direitos da classe trabalhadora e dos mais pobres.
O presidente do Stim Salto, Alexandro Garcia Ribeiro, disse que é hora de se opor contra os ataques do governo contra os direitos dos trabalhadores, “estamos nos organizando para o ato na capital sim. A vida do operariado no Brasil nunca foi fácil, mas em momentos de dificuldades que conquistamos grandes avanços. É momento de unir forças e lutar para manter direitos e nossa Previdência. Precisamos pressionar os parlamentares para que votem contra a proposta. É necessário dizer aos deputados: votei em você para defender meus direitos e não para tirá-los”, afirmou.
Atos simultâneos acontecerão em várias cidades do Brasil, com panfletagens, manifestações e assembleias. Saíra do Sindicato dos Metalúrgicos de Salto, um ônibus com aproximadamente 46 manifestantes com destino à capital paulista no dia 22. “Os nossos governantes precisam saber que nós estamos aqui, não vamos nos calar diante dos desmanches de um governo inconsequente. Já faz mais de um mês que temos informado e mobilizado os trabalhadores em assembleias nas empresas sobre essa proposta. Acredito que é hora de todos nós posicionarmos e defendermos o que lutamos tanto para construir”, informou Alexandro.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Inline
Inline