Dia da Enfermagem: gratidão aos que arriscam a própria vida para salvar a do outro

Blog do Nelson Lisboa homenageia enfermeiros
Profissionais têm sido ainda mais imprescindíveis na luta contra a Covid-19 (Fotos: reprodução)

Eles são os primeiros que recebem os pacientes e os que os acompanham na saída.
Eles ajudam na chegada de um novo ser humano.

E o acalenta na hora da partida.
Hoje, 12 de Maio, é dia de todos nós homenagearmos os profissionais da enfermagem.

Como jornalista, temos tido a honra de conhecer enfermeiros da mais alta importância, pessoas que mesmo atrás de um uniforme, são anjos vestidos de branco na vida de tantas pessoas.
Há poucos dias mostramos a saída de um paciente curado de Covid-19, do Hospital da Unimed.
Na cena emocionante (Clique e reveja aqui), há médicos. Mas havia, principalmente, enfermeiros.
Ciente do valor desta profissão, escolhida por minha filha Victoria Sofia para sua vida, homenageamos todos os profissionais da enfermagem.
Você sabia que o dia 12 de maio foi escolhido pelo Conselho Internacional de Enfermeiros em homenagem ao nascimento de Florence Nightingale (1820-1910), considerada a “mãe” da enfermagem, e passou a ser comemorado no Brasil em 1938.

“A Enfermagem é um dom divino
Extirpa sofrimento, a solidão
É o acalentar da alma angustiada
Na unidade as mãos de Deus em ação
A Enfermagem é um pensar coletivo, humano
E o elo que faz desabrochar no atendimento a ternura
E o filtrar em segurança os procedimentos estabelecidos
É ter como alvo do paciente a cura
A Enfermagem é doar sem reservas
É deixar dos seus para dos outros cuidar
É sofrer pelo objetivo incerto
É entender o sentido da palavra amar
A Enfermagem é uma luz na escuridão da vida
E um cuidar com amor mesmo na ingratidão
É um desejo de sempre melhorar
No cuidar sempre estender as mãos!”

Poeta Edilson Souza Leite, técnico de Enfermagem da UPA de Embu das Artes (disponível na internet em http://cidadeembudasartes.sp.gov.br/embu/portal/noticia/ver/10019)

Clique aqui e comente em nosso facebook.